China atinge recorde com a maior receita já registrada em venda de apps para o sistema iOS

China atinge recorde com a maior receita já registrada em venda de apps para o sistema iOS

Superando os Estados Unidos em mais de 15% em venda de apps, o crescimento chinês deve se ampliar mais ainda até 2020

Em um trimestre altamente competitivo na indústria de apps a China quebrou os recordes de receita iOS com o mais alto registro neste trimestre até a presente data para qualquer país. A China também não só manteve o seu primeiro lugar para Games (que ganhou no último trimestre), como também é agora o maior mercado do mundo em receita de venda de apps para iOS, ganhando um recorde de US $ 1,7 bilhão.

Enquanto os jogos representam a maioria das receitas geradas na China, outras categorias importantes como entretenimento e redes sociais estão fazendo progressos e mais do que triplicaram no ano passado. As aplicações de streaming de vídeo na China tiveram um grande impacto nesse quadro, e inclui integrações adicionais em espaços tradicionais com investimentos em TV inteligente e conteúdo original.

Os apps da categoria entretenimento alcançaram o seu pico mundial de receita nas app stores no ano passado. Mais aplicativos estão adotando a monetização em seus modelos de assinatura, com aplicativos de streaming de vídeo, em particular, impactando uma mudança geral na forma como o conteúdo em vídeo é consumido. Os principais players internacionais como por exemplo a Netflix, estão dominando certos mercados com preferências localizadas, crescendo cada vez mais na Europa e na Ásia.

Fonte: AppAnnie


Desenvolvimento e Produção de Games: Pacote com 6 Cursos da Escola Brasileira de Games

O pacote traz em seu conteúdo os conhecimentos essenciais para quem quer desenvolver e produzir games, e atuar profissionalmente na áre ade jogos digitais.

Saiba mais


Escola Brasileira de Games (EBG) é uma plataforma de ensino, treinamento e aperfeiçoamento de conhecimento nas áreas de gestão empresarial da indústria de jogos, aplicativos mobile e negócios digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *