Como projetar uma UI (User Interface) perfeita para diversos tamanhos de tela?

Como projetar uma UI (User Interface) perfeita para diversos tamanhos de tela?

Como projetar uma UI (User Interface) perfeita para diversos tamanhos de tela, se destacar em qualquer que seja a loja de aplicativos, e principalmente para aumentar a retenção do público durante a navegação no App?

Confira essas importantes dicas para desenvolvedores mobile:

1.A importância do design de interação

Independente do tamanho de tela, as regras para um bom design de interação devem ser consideradas:
– Desenvolva o design certo para o seu público-alvo com base em pesquisas de hábitos de utilização;
– Crie metas específicas para constantemente adequar e ajustar o app às necessidades do seu público;
– O aplicativo precisa ser ótimo em termo de usabilidade e manipulação;
– Os elementos da interface do usuário jamais devem deixar o usuário confuso;
– Os usuários devem reconhecer funções facilmente durante a utilização;
– O feedback da interface deve ser capaz de transmitir informações aos usuários sobre a conclusão das tarefas, como por exemplo um bip ou um pop up colorido.

Mobile Apps Category (Portuguese)728x90

2.Conheça os seus usuários

Para criar um aplicativo orientado a metas de adequação, é preciso conhecer seus usuários:
Personas: personagens fictícios elaborados com base no comportamento esperado dos utilizadores-alvo para determinar as suas decisões dentro do aplicativo;
Cenários de usuário: Cenários fornecem idéias sobre como uma persona pode atuar, e servem de base para projetar uma interface otimizada;
Mapas de experiência: Condições para determinar como personas atuarão usando um aplicativo e compreender as emoções e circunstâncias possíveis;
Testes de usabilidade: Para prever como as pessoas usariam o aplicativo em ambientes naturais, é de vital importância executar uma sessão de laboratório com cinco a dez usuários

3.Mapear o fluxo

Um protótipo simples será útil para entender como os usuários vão reagir ao conteúdo do app. Antes de prototipar uma ideia, um esboço escrito pode ajudar a imaginar exatamente quantas seriam páginas necessárias para o navegar por todo o aplicativo, e experimentar diferentes fluxos de página.

4.Melhorar a usabilidade utilizando padrões comuns ao público

Utilize padrões de interface de usuário comuns como: touch, percorrer, pressionar e zoom, para que os usuários se sintam confortáveis durante a navegação.O uso de animação com movimentos combinados e gestos suaves podem adicionar a profundidade excelente para uma experiência perfeita.Não se esqueça que a escrita deve ser facilitada ao máximo em cada tela.

5.Design para dedos largos

O design da interface deve considerar pessoas com dedos largos: Deve haver espaço suficiente para tocar com a ponta dos dedos. O espaço alocado para os dedos que é geralmente 45-57 pixels de largura.

6.Considere gradientes e sombras

Designers de aplicativos móveis frequentemente utilizam sombras e gradientes como forma de atrair a atenção do usuário. Considere a utilização de sombras ao projetar botões. Gradientes também fazer UIs parecer naturais para os usuários, e botões 3D tornam a experiência mais interessante ainda.

escola-brasileira-de-games-user-interface

7.Corte etapas desnecessárias

Os usuários devem ser capazes de realizar tarefas de forma eficiente e rápida. Quanto menos ações forem necessárias para acessar uma funcionalidade, melhor.

O desenvolvimento de aplicativos móveis é um negócio em constante mudança, e os desenvolvedores precisam estar antenados para ficar à frente da concorrência. Esperamos que estas dicas facilitem o desenvolvimento de aplicativos cada vez mais funcionais e atrativos para todos os usuários.

Conteúdo oferecido por:
STA_PrimaryLogo_Black

 


Cursos com desconto e sugestões para aprender mais sobre: Produção e Desenvolvimento de Jogos

Saiba Mais


escola-brasileira-de-games-aprenda-algo-novo-udemy


Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.