10 dicas para empreendedores do mercado de games

10 dicas para empreendedores do mercado de games

Levando essas dicas para a sua própria realidade, desenvolvedores e estúdios também pode se utilizar das práticas a seguir

Nizan Guanaes um dos maiores empresários da área de comunicação do Brasil,  declarou em palestra no 5º Fórum de Marketing Empresarial, 10 dicas para que o país se torne referência global.

Aqui vai uma adaptação livre para facilitar a leitura e interpretação, com alguns trechos mantidos. O interessante é cada um fazer a sua própria reflexão como exercício. O artigo original pode ser lido aqui

1. Gestão

Quem vai cuidar da gestão na sua empresa? Se sua pegada é desenvolver, será que vai ter tempo pra empreender também? Vale a pena contratar,ou “convidar” alguem de confiança? E daqui a 5 anos, como vai ser?

2. Falar inglês

É fundamental falar a “língua do mundo”, para deixar de “sentir medo do mundo”. “Mas falar bem o português é tanto quanto crucial”

3. Networking global

Já foi em algum evento da sua área de atuação? Se não foi deveria ir e se já participou, tem que mandar bem no networking: bater papo com gente que você mal conhece mas que se está ali, com certeza tem interesses similares ao seu. Fazer o possível para estar frequentemente em ambientes que propiciem conhecer outras pessoas: no mínimo você vai saber indicar um profissional para alguém, ou ser indicado para algum projeto, isso acontece bastante em qualquer área e em games não é diferente.

4. Viajar na Rede

Com o mundo conectado, não há mais fronteiras: “o consumidor é classe C no poder aquisitivo, A nas expectativas e milionário nas possibilidades”. Quer público mais exigente que os fãs e consumidores de games? Manter uma comunicação com seu target e compreender o seu comportamento pode evitar o desgaste do seu produto já no lançamento. Vale muito pensar em uma estratégia flexivel para não “se queimar” no mercado.

5. Quality, Service, Culture and Branding

Os atributos mais importantes das empresas brasileiras precisam ser valorizados em parâmetros globais. O que o Brasil tem de diferente de outros países? Como utilizar isso ao seu favor como vantagem competitiva?

6. Educação

Se atualizar constantemente é regra. “Dinheiro e burrice juntos é um negócio perigosíssimo”

7. Sonhar grande (com os pés no chão)

Quer lançar um game? Não há só uma maneira de fazer isso, pense em pelo menos três jeitos diferentes, e um deles com certeza vai dar certo. Mas depende é claro, de uma boa estratégia, previamente elaborada.

8. Inovação

“Criatividade é fazer as coisas de maneira inteligente. Inovação é fazer novas coisas de maneira inteligente”

9. Os olhos têm que viajar

Assim como conhecer outras pessoas e culturas, estar fisicamente em lugares diversos é fundamental para desenvolver e manter a criatividade afiada.

10. Não ter medo do mundo

O brasileiro consegue ter sucesso mesmo em cenários amplamente desfavoráveis, como altíssima carga tributária e leis “do século passado”, ou mesmo em constante mudança, e precisa aproveitar isso para ter a coragem de competir globalmente.

Sucesso é a única possibilidade!


Pacotes de Cursos da Escola Brasileira de Games

Agrupamos as principais especialidades para que você escolha o seu caminho profissional na área de Jogos Digitais

Saiba mais


Escola Brasileira de Games (EBG) é uma plataforma de ensino, treinamento e aperfeiçoamento de conhecimento nas áreas de gestão empresarial da indústria de jogos, aplicativos mobile e negócios digitais.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *