Como lançar um aplicativo no Google Play

Como lançar um aplicativo no Google Play

Como lançar um aplicativo no Google Play? Confira algumas dicas que podem te ajudar na fase de lançamento

Antes de pensar em como lançar um aplicativo, você deve se certificar de que realizou todos os testes possíveis e imagináveis. Dispositivos Android tem uma variedade cada vez maior de tamanhos, densidade de pixels, poder de processamento, e versões do SO. Selecione em quais tipos de dispositivo que você deseja lançar e em seguida, teste o seu app, quantas vezes for necessário para ter total certeza do seu funcionamento.

Defina a sua estratégia de monetização: Se você deseja lançar o seu app em formato pago, tenha em mente que você não será mais possível mudar para um modelo grátis. Desenvolvedores com aplicativos gratuitos podem mudar seus aplicativos para o modelo pago, mas o contrário não é possível. Um bom planejamento de monetização de pode poupar futuras dores de cabeça.

escola-brasileira-de-games-udemy-melhores-cursos-aplicativos-moveis

Crie um site para o seu aplicativo, crie um canal de relacionamento onde os usuários podem entrar em contato e tirar dúvidas, e abra contas nas mídias sociais mais relevantes para a sua estratégia de comunicação.

Configurando a sua conta

Os desenvolvedores que desejam publicar na Google Play Store precisam configurar uma conta de desenvolvedor Google. É necessário concordar com os Termos de Uso para Desenvolvedores e pagar uma taxa de 25 dólares. Para liberar pagamentos no caso de um app em modelo pago, é necessário criar uma conta como Google Merchant Checkout. Depois de configurar as contas, certifique-se de revisar as regras de publicidade e políticas de uso do Google Play.

Lista de materiais

O Google exige no mínimo de dois screenshots para a página do seu app. As imagens podem ser 320×480, 480×800, 480×854 ou pixels em arquivos PNG ou JPEG de 24 bits.

O Google exige um ícone em alta resolução, de 512×512 pixels, 32-bit, PNG e com tamanho máximo de 1024 KB. Recomenda-se que seja atraente e facilmente reconhecível, afinal de contas é essa imagem que os usuários vão associar às funcionalidades do aplicativo.

Vale a pena considerar a criação de um vídeo demonstrativo e linkar este vídeo para a página do seu app vai aumentar consideravelmente o seu ranking na busca no Google.

Título, descrição e categoria

Essa etapa é semelhante ao processo na App Store da Apple. Em primeiro lugar, insira tantas palavras-chave quanto puder, utilize palavras que facilitem a busca do seu app pelos usuários e teste as palavras-chave, pesquisando por elas na Google Play Store. Se uma das palavras retorna milhares de resultados, é recomendado substituí-la: quanto menos concorrentes, melhor!

Crie um título atraente, único, e de preferência com menos de 100 caracteres. Faça uma pesquisa para certificar-se de que esse título não está sendo usado por outro aplicativo e utilize uma forte palavra-chave.

A descrição do aplicativo deve informar ao usuário o que app faz, como ele deve ser usado, e por que o usuário precisa de ter esse app. As três primeiras linhas da descrição devem ser tão cativantes quanto possível. E para aumentar as chances de ser encontrado, utilize 5/3 de suas palavras-chave na descrição.

Por fim, escolha a categoria que o aplicativo vai pertencer: jogos, entretenimento, viagens, música, etc…

Preço, localização e dispositivos compatíveis

Em primeiro lugar, defina o preço de seu aplicativo, se optou pelo modelo pago.

Em segundo lugar, escolha em quais países você deseja distribuir o app, certifique-se de que todos os materiais tenham sido traduzidos e localizados corretamente (título, descrição, screenshots e vídeos promocionais). Os desenvolvedores de aplicativos pagos devem definir nessa etapa a moeda local.

Por último, defina os dispositivos compatíveis. Isso garante que o aplicativo está atingindo os dispositivos testados anteriormente e eliminará a possibilidade de que um usuário com um dispositivo não compatível baixe o aplicativo e não consiga utilizá-lo.

Políticas, ratings, e enviar!

Antes de publicar, é necessário atribuir uma classificação de conteúdo para o app. No Google Play, as classificações são: Todos, Baixa, Média e Alta. Atribuir uma classificação incorreta pode levar ao banimento da loja.

Por último, reveja todas as políticas do Google mais uma vez. Se o aplicativo está totalmente compatível com as políticas do Google, siga em frente e publique!

Conteúdo oferecido por:

STA_PrimaryLogo_Black

 


Aprenda como criar campanhas para aumentar sua base de usuários e aumentar as suas vendas

Saiba Mais


A Escola Brasileira de Games (EBG) é uma plataforma de ensino, treinamento e aperfeiçoamento de conhecimento nas áreas de gestão empresarial da indústria de jogos, aplicativos mobile e negócios digitais.

Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

6 Comentários

  • Pingback: Retenção de usuários | Blog Escola Brasileira de Games

  • Muito bom artigo, galera! Já vou deixar guardado nos favoritos para quando for lançar o meu.

    Paulo Henrique Vasconcellos Responder
  • Olá, tem alguma forma de lança um app gratuito pra teste?

    Alex Responder
    • Olá Alex,
      Verifique no próprio Google Play as opções para lançar o seu APP em modo beta ou de modo de testes. Acredito que tenha alguma opção parecida.

      Redação EBG Responder
  • Interessante. Pena que o GOOGLE não se preocupa com a Pirataria, alias ele fecha os olhos para tal coisa. Voce posta seu APP no Google Play, e no outro dia ja tem 5 programas copia descarada do seu sendo vendidas ou distribuídas de graça no Google Play , os caras copiam o seu App e mudam o nome do criador e o nome do programa e ja põem na loja.

    Marcos Responder
  • Pingback: Retenção de usuários: 5 pontos que todo desenvolvedor deve observar com atenção | Escola Brasileira de Games

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *