Retenção de usuários: 5 pontos que todo desenvolvedor deve observar com atenção

Retenção de usuários: 5 pontos que todo desenvolvedor deve observar com atenção

Levar os usuários a fazer o download de um aplicativo é muito diferente de levar os usuários a realmente utilizar o seu app

Um relatório recente mostrou que de 80 a 90% dos usuários removem um aplicativo de seu dispositivo após o primeiro uso! Isso significa que é de extrema importância para os desenvolvedores de aplicativos causarem uma boa e significativa primeira impressão, monitorar os índices de retenção de usuários e considerar melhorias desde a fase de desenvolvimento até o lançamento do produto.

Reclamações sobre o uso de um app servem como precioso feedback para upgrades, mas é essencial reduzir o número de reclamações, se possível prevê-las e anular tudo que possa causar insatisfação por parte do consumidor. Aqui relatamos 5 coisas que um desenvolvedor deve avaliar cuidadosamente, a fim de dominar a arte da primeira impressão e sair na frente da concorrência:

Cadastro de usuários

Pode ser tentador solicitar aos usuários que se registrem em seu aplicativo antes de usá-lo. Dessa forma, você será capaz de reunir informações úteis para personalizar a própria experiência de utilização, e também para complementar os seus esforços de marketing. No entanto, mais de 50% os usuários vão abandonar um aplicativo se eles tiverem que se registrar antes de explorar suas características. Se realmente quer aumentar a taxa de retenção, considere adiar o processo de inscrição até: 1)Acessarem uma parte específica do seu aplicativo reservada apenas para clientes cadastrados ou 2)Abrirem o app pela segunda vez.

Mobile Apps Category (Portuguese)728x90

Formulários de registro

Telas móveis são pequenas em sua maioria e dependendo do dispositivo, não há realmente espaço para apenas 2, 3 ou 4 campos de entrada sem que o usuário precise rolar para baixo. Além disso, se você digitar em uma tela de toque de celular pode ser difícil movimentar o scroll e digitar rapidamente, sem evitar o zoom, slide ou movimentos indesejados, o que torna a experiência de inscrição por si só bem incômoda. Concentre-se na informação simples e direta: nome, e-mail, idade, sexo ou localização. Se você precisa coletar mais informações, divida o formulário de entrada em duas ou três telas. Isso renderá mais espaço por tela, ou seja, o usuário não terá necessidade de aumentar o zoom, e quase vai eliminar a necessidade de rolar a página.

Tempo de carregamento

Quanto maior o tempo de carregamento, mais negativa a experiência do usuário. Aqui entram as imprescindíveis rotinas de testes: realize todos os possíveis e imagináveis testes em tipos de dispositivos diferentes e versões diferentes de android a fim de melhorar esse aspecto o para o maior número de aparelhos possível. Mantenha um tamanho mínimo de arquivo para o seu aplicativo e limite a quantidade de processos que podem ser executados em segundo plano.

Design simples e funcional

Simplicidade é a palavra! Basta dar uma olhada na estética de design do último iOS! Toda e qualquer medida
para simplificar nunca será em vão: reduza o número de guias, telas, campos, páginas. Pergunte sempre a si mesmo: será que o meu usuário realmente precisa deste recurso para interagir com meu aplicativo? Se mesmo assim não tiver certeza se o seu aplicativo é simples o suficiente, faça um teste rápido: Você pode executar todas as funções básicas necessária em seu aplicativo apenas com o polegar?

Tome como exemplo o Facebook para Android. Toda ação importante pode ser realizada na primeira tela. Todos os botões são na parte superior da tela. Dois menus são acessíveis através de um toque à esquerda e um slide à direita. Todas as ações básicas podem ser efetuadas a partir de uma tela, com a opção de ampliar o número de itens acionáveis através de menus laterais.

Número de toques na tela

Quantos toques usuário precisa para realizar uma ação em seu aplicativo? 10? 20? 50? Cada toque é uma parte integrante da experiência do usuário. Cada possível toque deve ajudar o usuário a fazer algum progresso em seu aplicativo. Permita que o usuário consiga o que quer através do menor esforço possível.

Vamos supor que você tenha um app de streaming de música e que o usuário quer ouvir uma lista de músicas do seu artista favorito. Quantas vezes o usuário tem que tocar na tela para chegar ao seu artista favorito? Primeiro toque: barra de pesquisa. Segundo: tocar para apresentar a sua pesquisa… Será que o seu app consegue levá-los diretamente à página do artista? Ou será que redireciona para uma página de resultados de pesquisa onde o usuário deve tocar novamente no nome do seu artista, a fim de atingir o seu objetivo primário? Imagine uma segunda visita do mesmo usuário buscando o mesmo artista. É a sua pesquisa anterior já salva que aparece, ou teria que passar pelo processo de busca de novamente?

Pode parecer trivial, mas velocidade e experiência de uso caminham de mãos dadas. Pequenos detalhes podem melhorar significativamente a experiência do usuário.

Conteúdo oferecido por:
STA_PrimaryLogo_Black

 


Aprenda como ser um produtor de games e conheça as ferramentas mais utilizadas pelos desenvolvedores no curso Introdução à Produção de Games

Saiba mais


Escola Brasileira de Games (EBG) é uma plataforma de ensino, treinamento e aperfeiçoamento de conhecimento nas áreas de gestão empresarial da indústria de jogos, aplicativos mobile e negócios digitais..

Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *