Aprenda como identificar o seu público e descobrir o jogador ideal

Aprenda como identificar o seu público e descobrir o jogador ideal

Identificar o seu público é a missão mais básica que você terá para divulgar o seu jogo, e ao mesmo tempo a mais complexa

Descobrir o seu jogador ideal é o ingrediente principal da receita para o sucesso, mas apesar de possuir um processo relativamente simples, esta tarefa é extremamente trabalhosa sem uma metodologia para identificar o seu público.

Lembre-se sempre que descobrir o seu jogador ideal não é algo que você só faz na hora de vender o seu jogo. Esse passo é extremamente importante para a sua gestão de comunidade, como eu expliquei em meu texto anterior: Community Management para jogos: 3 dicas para saber se está no caminho certo

Trocadilho com PUBG

Tutorial Mode

Antes de partirmos para o modo tutorial, gostaria de deixar claro o quão importante é identificar o seu público. Digamos que você não tenha ideia de quem realmente é o seu jogador ideal, então você faz o que qualquer um faria no seu lugar: atira para todos os lados e torce para acertar o alvo. Um bom exemplo é mandar press releases para todos os sites que algum dia mencionaram a palavra “games” para no fim descobrir que você acabou perdendo cinco semanas tentando emplacar uma matéria no “TechTudo”.

Gastar tempo indo expor o seu jogo em absolutamente todos os eventos de anime da sua cidade é outro erro comum. Não me entenda mal, é muito bom aparecer em diversos locais, exposição é algo lindo para o seu jogo, mas você não é uma Nintendo, seus recursos são limitados e você tem que saber focar. Imagine que você está em um RPG. Essa estratégia é equivalente a correr por todas as cidades do jogo tentando usar um item específico em cada NPC que você encontrar, até um reagir positivamente. Imagina o quão fácil seria se você pudesse simplesmente ler na descrição da quest quais NPCs querem o item!

GIF brincando com o uso indevido de emails (spam)

Agora que já deixamos bem clara a importância de identificar o seu público, vamos ao que lhe trouxe a este texto: como descobrir o seu jogador ideal. A resposta curta seria “Persona”. E a resposta longa seria “Fazer suas Personas, não confunda com o jogo”.

“Uma Persona é uma representação do seu público através de um personagem fictício criado através de pesquisas e experiências. É a anatomia mental do seu jogador”

O mundo do marketing, assim como o dos jogos, está em constante evolução. Por isso, aquele processo em que você simplesmente definia algo superficial como “os meus jogadores são mulheres de 14 a 28 anos” e achava que o trabalho estava feito, já não é mais o suficiente. Afinal, convenhamos: você está então afirmando que TODAS as mulheres de 14 a 28 anos gostariam do seu jogo? Não existe nada mais que indique o possível interesse delas? A partir do momento que a pessoa é do gênero feminino está nessa margem de idade, ela necessariamente gosta do seu jogo? Claro que não. Se identificar o público fosse fácil assim, nós não receberíamos aquele bando de e-mail de spam que lota a nossa lixeira.

Mas Gabriel, como é um modelo de Persona?

Ok, vamos parar de rodeios e identificar o seu público. Imagine que você está criando a ficha de um personagem de RPG. Como todo jogador, seu primeiro trabalho é definir tudo que está relacionado à pessoa ou à criatura que você criou, seja o aspecto psicológico, a história, os gostos e desgostos ou mesmo as influências. Agora pare de abstrair e de quebrar a cabeça e utilize este modelo da galera do Digital Marketer:

Modelo de persona

O exemplo acima é de um modelo de Persona genérico, que pode ser utilizado para diversos produtos, não específico para jogos. Ainda assim, cumpre o seu propósito. Deixei algumas anotações em certos pontos para lhe dar um direcionamento (se quiser a imagem em um maior tamanho, aqui está).

Agora, por onde começar? Qual a real importância de preencher essas coisas? É mais simples do que você imagina, te juro. E a explicação também é fácil: o que é mais fácil para você?

– Planejar como convencer seus pais a comprar o seu jogo?

ou

– Planejar como convencer uma pessoa não definida da Bulgária a comprar o seu jogo?

Em muitos casos, você teria uma facilidade maior para convencer os seus pais, por conta do jeito como nossos cérebros funcionam. Você pode não saber, mas você já criou personas deles. Criamos modelos mentais de todas as pessoas com quem interagimos, mesmo que inconscientemente. Por isso que conseguimos imaginar como o nosso primo reagiria se recebesse uma piada ruim no WhatsApp, por exemplo.

Colocando em prática

E preencher as informações do modelo acima vai poder te ajudar muito. Identificar o seu público envolve, por exemplo, saber onde se comunicar com ele. Então descobrir quais canais no YouTube, streamers e sites ele acessa seriam um bom começo, não? Saber quais pontos ele valoriza em um jogo não lhe ajudaria a ver quais features do seu game focar na hora do trailer? Até mesmo as questões demográficas podem te ajudar a escolher referências e modos de se comunicar que melhor se adequem ao seus jogadores.

Existem diversos exercícios para criar as suas personas de maneiras dinâmicas e direcionadas, mas infelizmente descrever cada uma delas deixaria este texto maior que livro de D&D. Então mencionarei apenas as dicas mais importantes (caso queira saber processos mais detalhados, estou fazendo um e-book gratuito sobre eles, é só se inscrever aqui para ter acesso quando ele estiver pronto!):

  • Pesquise o público de jogos similares! Seu jogo é um metroidvania com gráficos cativantes? Então que tal pesquisar e estudar as pessoas que compraram “Ori and the blind forest”?
  • Valide hipóteses! As chances de você acertar as suas personas na primeira tentativa são minúsculas. O processo de criação delas é algo constante e que vai evoluindo ao longo do tempo, assim como o de um jogo. Do mesmo modo que você vai refinando suas mecânicas e história através de testes, faça isso com as suas personas.
  • Não existe apenas uma persona para cada jogo, mas sim VÁRIAS. Não tente criar todas, foque em 3 ou 5 que sejam as principais.
  • Suas personas não precisam ser apenas os jogadores. Se você tiver um jogo educativo, por exemplo, vale muito a pena criar personas de pais e professores.

A fim de impedir que a leitura deste texto chegue a nível de monólogos de Final Fantasy, encerrarei este assunto por aqui. E aí, o que achou do texto? Acredita que ele ajudou a esclarecer como identificar o seu público? O processo para descobrir o seu jogador ideal parece menos dependente de sorte? Quer que eu escreva sobre algum assunto específico? Indique nos comentários a sua opinião, todas serão devidamente respondidas.

Publicado originalmente em: 

http://www.imindiemarketing.com/2018/05/11/identificar-o-seu-publico-como-descobrir-o-seu-jogador-ideal/

Autor do texto: Gabriel Ferreira

http://www.imindiemarketing.com/author/gabrieldf/


Cursos com desconto e sugestões para aprender mais sobre: Marketing, Modelos de Personas e outras Estratégias

Saiba Mais

Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *