Financeiro: Dificuldades que o produtor de games enfrenta quando a verba é baixa e como resolvê-las.

Financeiro: Dificuldades que o produtor de games enfrenta quando a verba é baixa e como resolvê-las.

Desenvolver um game ou aplicativo é uma tarefa árdua, considerando os inúmeros investimentos que o programador deve considerar caso queira fazer um bom trabalho e entregar um ótimo produto final.

Não estamos falando apenas de investimento em tempo, equipe e softwares necessários para a criação dos games, mas em inúmeros problemas que o(s) produtor(es) enfrentam quando o verdinho acaba ou é insuficiente.

Além da caminhada de programação ser bem extensa, algo que assusta os desenvolvedores e causa preocupação é a falta de verba, pois pode comprometer recursos, colaboradores, e afeta também na divulgação do game, ou seja, vale muito a pena você ler este artigo até o final para pegar algumas dicas e evitar este tipo de problema.

Por que é tão importante planejar financeiramente antes de iniciar a produção de um game?

A quantidade de idéias e games fantásticos que não saem do papel ou são interrompidas no meio do caminho é gigante, é lamentável que ótimos roteiros, ótimos personagens ou cenários sejam descartados por falta daquilo que move o mundo: O dinheiro.

Imagine que você esteja construindo uma casa, após ter criado todo o projeto, e contratar os pedreiros (programadores), os tijolos e materiais começaram a faltar, impossibilitando que os pedreiros progredissem o projeto e consequentemente abandonando a casa pela metade. Você não quer que isto aconteça com o seu jogo, certo?

Você não precisa ter muito dinheiro e nem fazer inúmeros cursos para criar jogos  (que não seja exageradamente grande, hehe), mas todo cuidado é pouco,  é necessário focar bastante no planejamento financeiro e realizar uma previsão de gastos para que não ocorram situações desagradáveis.

 

Saiba mais:

Curso desenvolvimento de games Danki Code.

 

A primeira dica que podemos passar neste artigo, antes de qualquer coisa é a economia. Mas como assim, economia?

Durante a criação do game, é possível terceirizar inúmeros serviços simples, que podem ser criados facilmente e em pouco tempo;  tais como criação de artes, compras de músicas livres de direitos autorais,  criação de fontes exclusivas, etc…

 

Principais problemas causados pela falta de verba:

  1. Não dar início ao projeto: Durante todos os anos são planejados games fantásticos, com tudo para dar certo, porém raramente tem a sua produção iniciada, sendo causada pele falta de verba necessária.
  2. Funcionários: Aqueles que são mais experientes na área da programação de games vão concordar que é possível sim criar um jogo sozinho; mas vão concordar ainda mais que quando se tem uma equipe trabalhando junto, o processo de desenvolvimento se torna bem mais simplificado. Não ter verba para pagar bons programadores não é bom para a saúde do projeto.
  3. Divulgação: Os problemas da falta de verba vão desde a largada até o aguardado momento de divulgação do jogo. Não faltar recursos durante a criação do game é excepcional, porém é triste não poder mostrar ao público o potencial do jogo que acabou de sair do forno.
  4. Procrastisnação de serviço: A partir do momento que começa a faltar os recursos necessários para a criação do game, provavelmente você começará a desanimar e posteriormente irá perceber que está apenas enrolando serviço.
  5. Abandono do projeto: Outro ponto negativo, talvez um dos mais tristes. A falta de recursos irá deixar o(s) criador(es) do game bastante desmotivados, e caso não encontrem alguma solução, a única saída é abandonar a produção do jogo, que quem sabe poderia ser um dos melhores do gênero naquele ano.

Melhores soluções:

  1. Empréstimo de banco: Esta parte pode ser uma boa opção para aqueles programadores menos conservadores que não mede esforços para ver o projeto sair do papel.  Qualquer empréstimo, independente do valor, deve ser muito bem estudado antes de tudo, mas é uma ótima opção para tirar o projeto do papel.
  2. Programas sociais: Com a expansão da indústria de games no brasil, recentemente a ANCINE divulgou um edital para apoiar os programadores financeiramente, mas requer muito cuidado e recomendamos que você leia todas as cláusulas para que você saiba como participar e analisar quaisquer eventuais riscos.
  3. Apoio ou Patrocínios: Eis a melhor opção (minha opinião). Quando temos o apoio de uma marca ou empresa, é sensacional , o desenvolvimento do game ocorre mais tranquilo e a chance de tomar prejuízos é bem menor. Não é tão fácil conseguir patrocínios, apesar de ter várias empresas que enxergam benefícios financiar o desenvolvimento de jogos, vale a pena tentar.

Espero que este conteúdo tenha te agregado valor e possa te ajudar na criação do seu jogo.

Gostou? Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *