Play Disney Parks: Disney aposta na gamificação para revolucionar seus parques temáticos

Play Disney Parks: Disney aposta na gamificação para revolucionar seus parques temáticos

Você não precisa já ter feito essa viagem para saber que visitar um parque da Disney é uma experiência única.

Mas entre visuais estonteantes e brinquedos incríveis, existe um lado negativo que acompanha tudo isso: longas filas para praticamente qualquer coisa.

Visando ajudar seus visitantes a lidar com isso e tornar a experiência ainda mais incrível, a Disney criou o “Play Disney Parks”: uma aventura gamificada feita especialmente para os visitantes interagirem de uma maneira singular com os parques da Disney.

O Play Disney Parks permite que as pessoas joguem diferentes jogos enquanto esperam nas filas, escutem músicas icônicas da Disney ao andar pelo parque, completem desafios específicos em alguns locais, participem de competições e desbloqueiem conquistas para mostrar aos amigos.

Para os desenvolvedores do Play Disney Parks, a ideia é permitir que as pessoas tenham uma conexão mais interativa e pessoal com a marca e os parques, vivenciando o passeio de uma maneira totalmente nova.

Play Disney Parks: um jogo que não é um jogo

escola-brasileira-de-games-play disney parks

A Aventura começa assim que você abre o aplicativo. Ao escolher qual parque da Disney você está visitando, um mapa será exibido – que será o tabuleiro do seu jogo. Um ponto interessante aqui é que a arte visual do mapa é inspirada no trabalho de Mary Blair, responsável pela arte conceitual de filmes como Alice no País das Maravilhas, Cinderela e Peter Pan.

O foco primário do aplicativo é permitir que os visitantes joguem jogos em alguns locais do parque – e o tema de cada jogo será o local onde a pessoa está. A ideia, além de tornar a visita mais divertida, é transformar o “tempo de espera” de algumas filas em “tempo de jogo”.

Os jogos são obviamente casuais e não apresentam grande dificuldade, mas servem para distrair os jogadores durante a espera, mantendo eles engajados com o parque e com as pessoas que estiverem ao seu redor. Um bom exemplo disso são algumas missões de perguntas e respostas, que podem ser respondidas em grupo, e as missões de busca, que farão com que as pessoas tenham que encontrar objetos no mundo real.

O que torna o aplicativo tão especial?

Para ser bem-sucedido, o app não depende apenas do mundo virtual. A equipe adicionou ao parque pequenos itens e marcadores físicos, como bandeiras e elementos visuais que permitem uma interação entre o jogo e o mundo físico. As adições são tão discretas que quem não estiver usando o aplicativo sequer irá notar que existem novos elementos visuais e objetos nos parques.

Outro objetivo da gamificação é manter o usuário focado na marca da Disney. Durante o tempo de espera das filas, os jogadores estarão interagindo com a marca por meio dos jogos, músicas e desafios, ao invés de ficarem distraídos nas redes sociais ou utilizando outros sites.

Para os jogadores mais competitivos, o sistema de Conquistas é a maneira de mostrar sua dedicação ao jogo e seu conhecimento dos produtos da Disney. Completar desafios, responder perguntas e até mesmo andar pelos parques irá desbloquear conquistas que poderão ser exibidas em um perfil online e compartilhadas nas redes sociais.

A gamificação em uma galáxia muito distante

A Disney já está de olho no futuro, trabalhando em atualizações e planejando novas experiências gamificadas. E esse futuro pode estar em uma galáxia muito distante.

Star Wars: Galaxy’s Edge, o parque temático de Star Wars, está sendo construído já pronto para interagir com as funcionalidades do aplicativo. A inserção de camadas interativas para aumentar a diversão e o engajamento com os seus produtos parece ser o futuro de todos os parques da Disney.

Experimente uma Disney gamificada

Você pode baixar o Play Disney Parks, em dispositivos iOS e Android. As funções do aplicativo podem ser usadas nos principais parques da Disney, desde que você tenha acesso a internet e mantenha o bluetooth ativado.

É interessante como a equipe da Disney conseguiu criar uma camada de experiência interativa gamificada em cima de um simples passeio no parque, mas sem tornar a gamificação uma obrigatoriedade para quem quer vivenciar o passeio.

No final do dia, com tantos jogos para se divertir e funções para aproveitar, a única coisa que os visitantes conseguirão pensar, além dos produtos da Disney, é na necessidade de ter um carregador de celular portátil ou baterias extras.


Escrito por Thiago Fernandes

Thiago  atua como game designer, community manager e tradutor de jogos, com participações em sucessos como Pokemon GO. Foi consultor convidado do módulo de Role Playing Games no curso de Mestrado em Game Design do Instituto Infnet, ajudou o portal RPG Vale a ser vencedor de 4 prêmios Top Blogs e presta consultoria na Savage Fiction, usando o poder das narrativas para criar experiências épicas e gamificadas para os jogadores.


Mais sobre Gamificação:

Como definir e manter o controle sobre objetivos na Gamificação

15 princípios de aprendizagem que podemos encontrar nos games

Livros e E-Books sobre Gamificação


Cursos com desconto e sugestões para aprender: Gamificação, Storytelling e Engajamento de Usuários

Saiba Mais

Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *