Como montar um estúdio de desenvolvimento de games: Parte 11 – Diversificação e Agregação de Valores

Como montar um estúdio de desenvolvimento de games: Parte 11 – Diversificação e Agregação de Valores

O desenvolvimento de jogos no Brasil está longe de ser comparado com os maiores produtores do mundo, como Japão e Estados Unidos.

Diversificação e Agregação de Valores representam um salto de qualidade em uma ou mais características do produto ou serviço, que de fato são relevantes para a escolha do consumidor. Não basta possuir algo que os produtos concorrentes não oferecem. É necessário que esse algo a mais seja reconhecido pelo cliente como uma vantagem competitiva e aumente o seu nível de satisfação com o produto ou serviço prestado. Além disso, para agregar valor, não basta reduzir custos, é preciso conhecer bem o mercado no qual a empresa atua, bem como as preferências dos clientes.

Entretanto, recentemente, o crescimento de jogos online e em dispositivos mobile (smartphones e tablets) mostram, por exemplo, que a indústria vem se desenvolvendo e diversificando para conquistar uma parcela cada vez maior de mercado. O mercado de jogos no Brasil está dividido em nichos. A maioria das empresas foca o segmento tradicional de entretenimento, porém nota-se o crescimento do interesse pelos advergames (jogos com vocação publicitária) e a produção de business games (simulação de negócios cuja finalidade é o aprendizado) e middlewares (ferramenta necessária para o processo de desenvolvimento e manutenção de jogos).

As tecnologias de realidade aumentada e realidade virtual estão levando os jogos a outro patamar, e vem sendo bastante apreciados pelos consumidores de games.

Ainda existe muito mercado a ser explorado no Brasil, principalmente quando se considera que somos o quarto maior mercado consumidor mundial, mas o não alcançamos nem a centésima posição em arrecadação dos jogos desenvolvidos. É importante lembrar que essa indústria já possui um alto valor agregado pela tecnologia e mão-de-obra que emprega, mas que apresenta diversas janelas de oportunidades no que se refere a diversificação dos produtos.

Sempre é possível propor melhorias e novidades, para isso é indicado observar hábitos, ouvir as pessoas e criar novos produtos e novos serviços, com o objetivo de ampliar os níveis de satisfação dos clientes. Criatividade e inovação são as palavras-chave!


Anterior: Parte 10 – Automação Custos e Capital de Giro

Próximo: Parte 12 – Informações Fiscais e Tributárias

Link do guia original criado pelo SEBRAE em parceria com a ABRAGAMES

Download do PDF


Cursos com desconto e sugestões para aprender mais sobre: Criatividade e Inovação

Saiba Mais


escola-brasileira-de-games-aprenda-algo-novo-udemy


Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *