Como montar um estúdio de desenvolvimento de games: Parte 8 – Matéria Prima e Mercadoria

Como montar um estúdio de desenvolvimento de games: Parte 8 – Matéria Prima e Mercadoria

A principal matéria prima para produção de games é o conhecimento e a experiência dos profissionais, ou seja, a qualificação técnica.

Nesse setor, a capacitação e criatividade dos funcionários envolvidos no processo de desenvolvimento dos games é materia prima fundamental. É importante que a tecnologia empregada (softwares e computadores) seja atualizada e em consonância com as tendências mundiais.

Além disso, são insumos na produção de games: assets gráficos (seja em forma de peças 2D ou 3D), assets de programação e códigos, biblioteca de sons, música e roteiro, além das plataformas de desenvolvimento. A maioria desses produtos e serviços estão disponíveis em bancos de dados, online ou podem ser desenvolvidos à distância.

escola-brasileira-de-games-udemy-aprenda-algo-novo

Exceto pelos games desenvolvidos para consoles, que ainda tem grande volume de vendas em versão física (embora muitos estejam disponíveis online também), os demais são vendidos e distribuídos em meio digital, quase que exclusivamente, por download.

Portanto, tanto matéria-prima quanto o produto gerado, não geram custos de gestão de estoque.

Parte 1: Apresentação

Parte 2: Mercado

Parte 3: Localização

Parte 4: Exigências legais e questões jurídicas

Parte 5: Estrutura

Parte 6: Funcionários

Parte 7: Equipamentos

Link do guia original criado pelo SEBRAE em parceria com a ABRAGAMES

Download do PDF


Cursos com desconto e sugestões para aprender mais sobre: Negócios

Saiba Mais


A Escola Brasileira de Games (EBG) é uma plataforma de ensino, treinamento e aperfeiçoamento de conhecimento nas áreas de gestão empresarial da indústria de jogos, aplicativos mobile e negócios digitais.

Nosso objetivo é ensinar, incentivar e aperfeiçoar a capacitação profissional através de metodologia inovadora baseada nas experiências e práticas de gestão reais utilizadas pelas empresas no Brasil e no mundo.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *